Doenças sexualmente transmissíveis

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), também conhecidas por doenças venéreas, são doenças infeciosas que se transmitem por contato sexual íntimo, quando um dos parceiros se encontra infetado (tanto em relações heterossexuais como em homossexuais).

Doenças sexualmente transmissíveis Esta imagem foi publicada no site sexualhealthcare.net.

Há um grande número de agentes que as produzem, incluindo:

Bactérias

  • Sífilis ou cancro duro (Treponema pallidum) 
  • Gonorreia (Neisseria gonorrhoeae)
  • Cancro mole (Haemophilus ducreyi)
  • Clamídia (Chlamydia trachomatis)
    • Linfo granuloma venéreo (LGV)
    • Uretrite
    • Cervicite
    • Proctite

Vírus

  •  VIH I e VIH II (SIDA)
  •  Vírus do Papiloma Humano (HPV)
  •  Vírus Herpes 1 e 2 (Herpes genital)
  •  Vírus da Hepatite B e C
  •  Vírus do Molluscum Contagiosum
  •  Citomegalovírus

Fungos

  •  Candidíase (Cândida albicans)

 Protozoários

  •  Tricomoníase (Trichomonas vaginalis)

Artrópodos

  •  Sarcoptes scabiei (sarna ou escabiose)
  •  Phthyrus pubis (pediculose do púbis ou piolho-da-púbis)
A importância das DST reside no elevado número de casos que aparecem na população e as possíveis complicações que podem resultar, se não forem bem tratadas (A doença inflamatória pélvica, gravidez ectópica, oftalmia neonatal, infertilidade, carcinoma do colo do útero…) e também as deficiências e sequelas graves e custos econômicos e sociais elevados que causam.